Um outro post sobre Patrick Swayze

Esta postagem é um pedido de desculpas a mim mesmo e às pessoas que tiveram o desprazer de ler a enorme porcaria de postagem que fiz sobre o ator em um uma época não muito distante, quando a proposta deste blog se limitava a “caçar paraquedistas” que chegavam aqui procurando os assuntos mais relevantes do momento. Inclusive, acredito que se esse post tivesse sido publicado em uma época de maior “maturidade” (apenas tecnológica) das redes sociais, eu teria sido bem esculhambado e…com razão.

Independente da grosseria e frieza com a qual me refiro ao ator Patrick Swayze o post ainda é uma aula sobre como não produzir conteúdo para a internet. Me deu uma tristeza tão grande ler aquele post (da imagem utilizada ao tom do texto, passando pelo completo desrespeito com alguém que estava lutando contra um câncer), onde diabos eu estava com a cabeça naquele momento?

7 anos após aquela postagem, me pego assistindo “Dirty Dancing” junto com minha esposa e enxergando muito além daquele ranço. Se o mundo da voltas e o tempo é o senhor da razão então nada mais justo que formalizar aqui meu completo repúdio a algo que eu mesmo escrevi. Patrick Swayze era um enorme bailarino e tinha um talento nato, típico do galã de cinema que conquista uma variedade de fãs por uma imensa variedade de razões.