Um outro post sobre Patrick Swayze

Esta postagem é um pedido de desculpas a mim mesmo e às pessoas que tiveram o desprazer de ler a enorme porcaria de postagem que fiz sobre o ator em um uma época não muito distante, quando a proposta deste blog se limitava a “caçar paraquedistas” que chegavam aqui procurando os assuntos mais relevantes do momento. Inclusive, acredito que se esse post tivesse sido publicado em uma época de maior “maturidade” (apenas tecnológica) das redes sociais, eu teria sido bem esculhambado e…com razão.

Independente da grosseria e frieza com a qual me refiro ao ator Patrick Swayze o post ainda é uma aula sobre como não produzir conteúdo para a internet. Me deu uma tristeza tão grande ler aquele post (da imagem utilizada ao tom do texto, passando pelo completo desrespeito com alguém que estava lutando contra um câncer), onde diabos eu estava com a cabeça naquele momento?

7 anos após aquela postagem, me pego assistindo “Dirty Dancing” junto com minha esposa e enxergando muito além daquele ranço. Se o mundo da voltas e o tempo é o senhor da razão então nada mais justo que formalizar aqui meu completo repúdio a algo que eu mesmo escrevi. Patrick Swayze era um enorme bailarino e tinha um talento nato, típico do galã de cinema que conquista uma variedade de fãs por uma imensa variedade de razões.

 

 

O que escrever no campo solicitação da correção do ITBI da Prefeitura de Belo Horizonte

Em 2015 a gloriosa prefeitura de Belo Horizonte fez o imenso favor de cobrar uma correção do ITBI retroativo! Sim, isso mesmo!

Porém os cidadão podem solicitar a IMPUGNAÇÃO da cobrança até que o processo seja julgado conforme especificado nesta notícia da Rádio Itaitia (clique para abrir a notícia)

O link para preencher o formulário é o http://www.fazenda.pbh.gov.br/itbi/revisaoaliquota

Tenho lido muita coisa e vejo que muitas pessoas estão em dúvida sobre o que escrever no campo “solicitação”, assim sendo estou compartilhando o texto que bolei com minha esposa, fique à vontade para utilizá-lo como ponto de partida (e tenha em mente que não somos advogados e não damos garantia nenhuma de que a solicitação está correta e NÃO responderei a nenhum questionamento feito nos comentários).

Entendido isso, veja abaixo:

Venho por meio desta solicitar a a impugnação da cobrança do lançamento complementar do imposto sobre a tributação de bens imóveis por ato oneroso inter vivos (ITBI).

Ocorre que o pagamento do ITBI realizado no ano passado caracterizou a prática de um ato jurídico perfeito, e extinguiu o débito tributário com a Prefeitura. A prefeitura concedeu a certeza de que teria liquidado o crédito tributário com tal quitação, visto que o Executivo não inseriu nenhuma ressalva nos boletos anteriores que me alertasse que poderia vir a cobrar a diferença de 0,5%.

Desta feita a atitude da prefeitura foi precipitada e não respeitou o princípio do direito tributário da não-surpresa ao contribuinte. A cobrança retroativa tem gerado um imenso transtorno financeiro e dano psicológico para mim uma vez que interfere diretamente em meu planejamento econômico.

Sendo assim, justifica-se e reforça-se, por meio desta, a solicitação da impugnação da cobrança do lançamento complementar do imposto sobre a tributação de bens imóveis por ato oneroso inter vivos (ITBI).

Boa sorte pra você….e pra nós também! E se tiver alguma sugestão de como melhorar o texto coloca aí nos comentários!

O design do seu filho não é bom para você

Todo designer com um mínimo de bagagem já passou pela incômoda situação de ter seu job totalmente reformulado pelo(a) ______________ (coloque aqui o nome do parente) do cliente.
O negócio é que por mais que essa situação se repita, a experiência é sempre traumática e deixa traços profundos que, acredito eu, um dia ainda vão me proporcionar um belo infarto do miocário.
Nesta semana que passou um cliente me pediu para formatar um cartão de visitas. Trampo moleza, certo?
Modéstia à conchinchina, o cartão ficou bem bacana e eu já enviei a arte acertando os detalhes da impressão. O que eu não esperava era receber um reply com uma nova arte, formatada em WORD no reply. O plano de fundo:

Ruim? Que nada, permita-me encantar-lo com a lista de famílias tipográficas utilizadas no cartão:

Eu não sei qual foi o milagre que impediu essa criatura de usar comic sans.

Deprimente? Sim. Eu discuti? Não. Só precisava desabafar.
Próximo…

O que você aprende pedalando 100km


Há algum tempo atrás eu lidava com importação e exportação de produtos alimentícios, nome pomposo para “trazer farinha da Argentina e vender”. Era um trabalho muito puxado porque além de gerenciar o negócio junto com meu irmão e mais dois sócios completamente loucos eu participava efetivamente da distribuição dos produtos (Gerente de distribuição AND carregador, sacou)?

Acordava 4:30 da madrugada, carregava caminhão, kombi e o escambau e logo depois rodava por mais de 10horas com o caminhão da entrega. Muitas, mas muitas vezes mesmo já ajudei os chapas a descarregar saco de 50kg subindo 10, 20 e até 30 degraus. Nesses dias chegava em casa muito puto e cansado.  Em um desses dias, jantando com meu velho ele me perguntou “O que você aprendeu hoje?” e eu p.. da vida disse “Não aprendi nada”. E isso não faz tanto tempo assim, foi em 2005.

A vida da gente é feita de etapas. Muitas coisas boas  outras tantas ruins e todas, sem excessão, nos ensinam alguma coisa, eu demorei a aprender isso mas quando aprendi passei a valorizar mais aquilo que tenho.

Então você pergunta, o que tudo isso tem a ver com pedalar 100km? Bem… o que você aprende pedalando 100km é, basicamente, que pedalar um pouco mais é possível. Parece pouco, mas não é.

Frente a frente com o Câncer

Se o câncer fosse uma pessoa, o que você diria a ele?
No vídeo abaixo, feito para o Livestrong Challenge, pessoas que batalham diariamente contra essa doença encaram a câmera como se tivessem diante de si a doença materializada em pessoa:

Livestrong é o nome da fundação criada pelo ciclista Lance Armstrong, um verdadeiro mito do esporte, vencedor de 7 voltas da frança (tour de france) seguidas, após ter sido diagnosticado com um câncer testicular em 1996.

Meu avô faleceu há alguns anos em decorrência de um câncer, acredito que todos aqueles que já perderam entes queridos e amigos para essa terrível doença teriam umas boas e poucas palavras a dizer…

Hello world of wordpress!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!

Iniciando no mundo do wordpress (antes tarde que nunca) e gostando. A importação dos posts do meu antigo blog (hospedado no blogspot.com) veio um pouco “truncada” e por enquanto vai ficar assim até eu arrumar a casa.

Pedreiro de Plutão is online and kicking

O primeiro e último post sobre BBB deste ano

Pergunta: Qual é a única coisa que o BBB produz?
Resposta: Ex-BBB!

Todo ano nesta mesma época me bate um desânimo com o tal do BBB. Não que eu tenha assistido televisão ultimamente, para ficar de saco cheio você não precisa.

É exatamente isso que me desanima: o poder que um programa pra lá de imbecil ou imbecilizador, como você quiser, atinge. É um dos raros programas originados na TV que “invade” todos os outros meios de comunicação especialmente a internet e as conversas de todos os lugares nos quais ousemos colocar os pés de um jeito que enche muito o saco.

Felizmente ainda dá pra manter uma distância saudável do BBB já que a mesma via que traz em uma mão o programa do “apresentador” Pedro Bial traz na outra a possibilidade de você fazer sua programação. Vale a pena procurar por “programas” que envolvem a realidade mas de um modo muito mais divertido e, acreditem, produtivo.

Dúvida? Veja o caso desta missão do pessoal do Improv Everywhere, já citados aqui, fazendo algo real, entretido e produtivo.

Um comentário nesse vídeo me chamou a atenção:

“É maravilhoso o que vocês fazem, quisera que os reality shows fossem feitos dessa forma e que não fossem o espetáculo de humilhação da raça humana que são”

Não é? Então ficamos assim, se você quiser saber quem vai ganhar o BBB 9 eu recomendo que não volte aqui porque o próximo post sobre esse programa só daqui a 1 ano, metendo o cacete de novo.

Iraquiano ruim de mira!

E aí, o bush vai atacar qual país por esse incidente?

Sei não, eu olho para esse vídeo e alguma coisa não tá certa.
O fato do cara errar duas vezes e de avisar antes.

O fato de Bush “desviar-se rapidamente” do sapato.

Ou ainda a que mais me faz pensar que é uma armação, a frase que aparece na TV como de autoria dele

“Pres Bush on thrown shoes: All i can report is it is a Size 10

(Presidente Bush fala sobre os sapatos atirados: Tudo que eu posso reportar é que é um tamnho 42)

Soa esperto demais pro Bush, não?